Recent

Pretérito imperfecto de subjuntivo


imperfecto de subjuntivo
Se fosse...não seria

O Pretérito imperfecto de subjuntivo é formado a partir da terceira pessoa do plural do pretérito indefinido acrescido das seguintes terminações:

Formação 01

cant-ar
com-er
viv-ir
Yo
cant-ARA
com-IERA
viv-IERA
cant-ARAS
com-IERAS
viv-IERAS
Él, ella, usted
cant-ARA
com-IERA
viv-IERA
Nosotros / as
cant-ÁRAMOS
com-IÉRAMOS
viv-IÉRAMOS
Vosotros / as
cant-ARAIS
com-IERAIS
viv-IERAIS
Ellos, ellas, ustedes
cant-ARAN
com-IERAN
viv-IERAN

Formação 02

Existe uma outra forma de conjugação do Pretérito Imperfecto de Subjuntivo. Neste caso, basta substituir o -RA por -SE. É muito pouco usado no espanhol atual, mas é importante estudar para reconhecê-la quando necessário. Ademais, é a forma mais parecida com a portuguesa.

No espanhol falado no continente americano há uma preferência pela forma -RA (cantara), mas -SE (cantase) também é registrado com frequência na língua escrita. No espanhol "europeu" a alternância hoje é praticamente livre.

cant-ar
com-er
viv-ir
Yo
cant-ASE
com-IESE
viv-IESE
cant-ASES
com-IESES
viv-IESES
Él, ella, usted
cant-ASE
com-IESE
viv-IESE
Nosotros / as
cant-ÁSEMOS
com-IÉSEMOS
viv-IÉSEMOS
Vosotros / as
cant-ASEIS
com-IESEAIS
viv-IESEIS
Ellos, ellas, ustedes
cant-ASEN
com-IESEN
viv-IESEN

Notas sobre as formações

  1. Apesar de, em espanhol, a forma mais usada ser a com -RA, em português, ela é traduzida por -SSE.
    Español
    Português
    cant-ar
    cant-ar
    cant-ara
    cant-asse
  2. A primeira formação do Pretérito Imperfecto de Subjuntivo com -RA é passível de confusão com o pretérito-mais-que-perfeito do indicativo da língua portuguesa. Não cometam este pecado, até porque o "pretérito-mais-que-perfeito espanhol" (pretérito pluscuamperfecto) é composto.
    Pretérito Imperfecto de Subjuntivo Pretérito imperfeito do Subjuntivo
    cant-ar cant-ar
    cant-ara cant-asse
    Pretérito pluscuamperfecto de indicativo Pretérito-mais-que-perfeito do indicativo
    cant-ar cant-ar
    había cantado cant-ara
  3. A forma com -SE é a mais parecida com a portuguesa -SSE, mas é a menos usada não servindo, portanto, como salvação para nossas preces em aprender da forma mais fácil.
    Español
    Português
    cant-ar
    cant-ar
    cant-ara
    cant-asse
    canta-ase canta-asse

Os verbos irregulares no Pretérito Imperfecto de Subjuntivo

  • Verbos com irregularidade comum (Verbos con irregularidad común)

Nos verbos terminados em -DUCIR, substituímos o C por J e suprimimos o I das desinências regulares.

Exemplo:

  • CONDUCIR: condujera, condujeras, condujera, condujéramos, condujerais, condujeran. (DIRIGIR: dirigisse, dirigisses, dirigisse, dirigíssemos, dirigísseis, dirigissem.)
  • CONDUCIR: condujese, condujeses, condujese, condujésemos, condujeseis, condujesen. (DIRIGIR: dirigisse, dirigisses, dirigisse, dirigíssemos, dirigísseis, dirigissem.)

Nos verbos terminados em -AÑER, -AÑIR, -IÑIR, -UÑIR, -ELLER e -ULLIR, suprimimos o I das desinências regulares.

Exemplos:

  • TAÑER (tanger): tañera, tañeras, tañera, tañéramos, tañerais, tañeran. / tañese, tañeses, tañese, tañésemos, tañeseis, tañesen.
  • MULLIR (afofar): mullera, mulleras, mullera, mulléramos, mullerais, mulleran. / mullese, mulleses, mullese, mullésemos, mulleseis, mullesen.

No verbo SERVIR e em todos os terminados em -EBIR, -EDIR (exceções: AGREDIR e TRANSGREDIR), -EGIR, -EGUIR, -EMIR, -ENCHIR, -ENDIR, -ESTIR e -ETIR, trocamos o E do radical por I quando a desinência começar por A ou tenha um ditongo.

Exemplos:

  • SERVIR (servir): sirviera, sirvieras, sirviera, sirviéramos, sirvierais, sirvieran. / sirviese, sirvieses, sirviese, sirviésemos, sirvieseis, sirviesen.
  • PEDIR (pedir): pidiera, pidieras, pidiera, pidiéramos, pidierais, pidieran. / pidiese, pidieses, pidiese, pidiésemos, pidieseis, pidiesen.

Nos verbos terminados em -EÍR e -EÑIR, suprimimos o I das desinências regulares.

Exemplos:

  • REÍR (rir): riera, rieras, riera, riéramos, rierais, rieran. / riese, rieses, riese, riésemos, rieseis, riesen.
  • CEÑIR (cingir): ciñera, ciñeras, ciñera, ciñéramos, ciñerais, ciñeran. / ciñese, ciñeses, ciñese, ciñésemos, ciñeseis, ciñesen.

No verbo HERVIR (ferver) e em todos termindados em -ENTIR, -ERIR e -ERTIR, trocamos o E do radical por I quando a desinência começar por A ou tenha um ditongo.

Exemplo:

  • SENTIR: sintiera, sintieras, sintiera, sintramos, sintierais, sintieran. / sintiese, sintieses, sintiese, sintsemos, sintieseis, sintiesen.

Nos verbos terminados em -UIR, substituímos o I depois do U do radical por Y antes das vogais A, E e O.

Exemplo:

  • HUIR (fugir): huyera, huyeras, huyera, huyéramos, huyerais, huyeran. / huyese, huyeses, huyese, huyésemos, huyeseis, huyesen.

Nos verbos DORMIR (dormir) e MORIR (morrer), trocamos o O do radical por U quando a desinência começar por A ou tenha um ditongo.

Exemplos:

  • DORMIR: durmiera, durmieras, durmiera, durmiéramos, durmierais, durmieran. / durmiese, durmieses, durmiese, durmiésemos, durmieseis, durmiesen.
  • MORIR: muriera, murieras, muriera, muriéramos, murierais, murieran. / durmiese, durmieses, durmiese, durmiésemos, durmieseis, durmiesen

  • Verbos completamente irregulares (Verbos con irregularidad propia)

  1. ANDAR: anduviera, anduvieras, anduviera, anduviéramos, anduvierais, anduvieran . / anduviese, anduvieses, anduviese, anduviésemos, anduvieseis, anduviesen.
  2. ASIR (poetico: segurar): asiera, asieras, asiera, asiéramos, asierais, asieran. / asiese, asieses, asiese, asiésemos, asieseis, asiesen.
  3. CABER: cupiera, cupieras, cupiera, cupiéramos, cupierais, cupieran. / cupiese, cupieses, cupiese, cupiésemos, cupieseis, cupiesen.
  4. CAER (cair): cayera, cayeras, cayera, cayéramos, cayerais, cayeran / cayese, cayeses, cayese, cayésemos, cayeseis, cayesen.
  5. DAR: diera, dieras, diera, diéramos, dierais, dieran. / diese, dieses, diese, diésemos, dieseis, diesen.
  6. DECIR (dizer): dijera, dijeras, dijera, dijéramos, dijerais, dijeran. / dijese, dijeses, dijese, dijésemos, dijeseis, dijesen.
  7. ERGUIR (erguer): irguiera, irguieras, irguiera, irguiéramos, irguierais, irguieran. / irguiese, irguieses, irguiese, irguiésemos, irguieseis, irguiesen.
  8. ESTAR: estuviera, estuvieras, estuviera, estuviéramos, estuvierais, estuvieran / estuviese, estuvieses, estuviese, estuviésemos, estuvieseis, estuviesen.
  9. HACER (fazer): hiciera, hicieras, hiciera, hiciéramos, hicierais, hicieran / hiciese, hicieses, hiciese, hiciésemos, hicieseis, hiciesen.
  10. IR / SER: fuera, fueras, fuera, fuéramos, fuerais, fueran / fuese, fueses, fuese, fuésemos, fueseis, fuesen.
  11. OÍR (ouvir): oyera, oyeras, oyera, oyéramos, oyerais, oyeran / oyese, oyeses, oyese, oyésemos, oyeseis, oyesen.
  12. PLACER (comprazer): pluguiera / placiera, pluguieras / placieras, pluguiera / placiera, pluguiéramos / placiéramos, pluguierais / placierais, pluguieran / placieran. - pluguiese / placiese, pluguieses / placieses, pluguiese / placiese, pluguiésemos / placiésemos, pluguieseis / placieseis, pluguiesen / placiesen.
  13. PODER: pudiera, pudieras, pudiera, pudiéramos, pudierais, pudieran. / pudiese, pudiese, pudieses, pudiese, pudiésemos, pudieseis, pudiesen.
  14. PONER (pôr): pusiera, pusieras, pusiera, pusiéramos, pusierais, pusieran. / pusiese, pusieses, pusiese, pusiésemos, pusieseis, pusiesen.
  15. QUERER: quisiera, quisieras, quisiera, quisiéramos, quisierais, quisieran. / quisiese, quisieses, quisiese, quisiésemos, quisieseis, quisiesen.
  16. SABER: supiera, supieras, supiera, supiéramos, supierais, supieran. / supiese, supieses, supiese, supiésemos, supieseis, supiesen.
  17. TENER (ter): tuviera, tuvieras, tuviera, tuviéramos, tuvierais, tuvieran. / tuviese, tuvieses, tuviese, tuviésemos, tuvieseis, tuviesen.
  18. TRAER (trazer): trajera, trajeras, trajera, trajéramos, trajerais, trajeran. / trajese, trajeses, trajese, trajésemos, trajeseis, trajesen.
  19. VENIR (vir): viniera, vinieras, viniera, viniéramos, vinierais, vinieran. / viniese, vinieses, viniese, viniésemos, vinieseis, viniesen.
  20. VER: viera, vieras, viera, viéramos, vierais, vieran / viese, vieses, viese, viésemos, vieseis, viesen.

Uso del Pretérito Imperfecto de Subjuntivo

Usamos o Pretérito Imperfecto de Subjuntivo nas seguintes situações:

  1. Quando o verbo da oración principal está no passado ou no futuro do pretérito (condicional simple), a oração subordinada exige el Pretérito Imperfecto de Subjuntivo.

    • Me gustaría que todo el mundo supiera la gran persona que es mi profesor. (Gostaria que todo mundo soubesse a grande pessoas que é meu professor.)
    • El tribunal ordenó que otros ocho quedaran en libertad. (O tribunal ordenou que os outros oito ficassem em liberdade.)
    • Y muchas sociedades primitivas no permitían que las mujeres se quejasen durante el parto, para no meter miedo a otras a quedarse embarazadas. (E muitas sociedades primitivas não permitiam que as mulheres se queixassem durante o parto, para não pôr medo a outras que a ficarem grávidas.)
    • O tal vez les habían prohibido que lo hicieran. (Ou talvez proíbiram-lhes que fizessem isso.)

    No primeiro exemplo, (me gustaría. que...) o verbo da oração principal está no futuro do pretérito (condicional simple); na segunda, (...ordenó que...) no pretérito indefinido); na terceira (...no permitían que...) no pretérito imperfecto de indicativo e na última (...les habían prohibido que...) no pluscuamperfecto (equivalente ao pretérito mais-que-perfeito do português).

  2. Para expressar dúvidas em relação ao passado.

    • "De verdad no sabía que tuviera éxito fuera de España" (Sinceramente, não sabia que tivesse sucesso fora da Espanha")
    • Saramago estaba convencido de que no iría al cielo porque no creía que existiera, como tampoco creía en Dios. (Saramago estava convencido que não iria para o céu poruqe não acreditava que existisse como tampouco cria em Deus.)
    • Me buscaba (con intenciones sexuales) cada tres días, cada ocho días, pero no pensaba que eso fuera un crimen. (Procurava-me (com intenções sexuais) de três em três dias, a cada oito dias, mas não pensava que isso fosse um crime.)

  3. Para expressar desejos pouco prováveis ou impossíveis de realizá-los usando Si (se).

    • ¿Cuál sería su primera medida si fuera presidente? (Qual seria sua primeira medida se fosse presidente?)
    • "Si tuviera a Ronaldo, Kaká y Messi jugaría al ataque" (Se tivesse Ronaldinho, Kaká e Messi jogaria no ataque.)
    • Si pudiera chasquear los dedos y pedir un deseo tendría un ipad ahorita mismo. (Se pudesse estalar os dedos e pedir um desejo teria um ipad agora mesmo.)

  4. Para fazer afirmações ou pedidos de forma polida, educada usando os verbos querer, poder e deber.

    • ¿Qué día querrías que fuera? (Que dia queria que fosse?)

  5. Com orações que possuam a expressão como si (como se).

    • Y eso lo celebramos como si fuera un título. (E isso celebramos como se fosse um título.)

Ojalá + Pretérito Imperfecto de Subjuntivo

Para expressar um desejo podemos realizar usamos, ¡Ojalá + presente de subjuntivo.

  • Messi no se desespera: "Ojalá los goles lleguen en octavos" (Messi não se desepera: "Tomara que os gols cheguem nas oitavas-de-final")

Quando utilizamos el Pretérito Imperfecto de Subjuntivo depois de ¡Ojalá! significa que nosso desejo vai de encontro a nossa realidade, não é realizável.

  • Ojalá tuviera todas las respuestas, pero no es así. (Oxalá, tivesse todas as respostas, mas não é assim.)
  • Ojalá pudiera decir que he olvidado el dolor. (Oxalá pudesse dizer que esqueci a dor.)
  • ¡Ojalá fuera así! (Sería bom se fosse assim!)
Share:

32 comentários:

  1. Muito obrigada,me ajudou muito!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo12 abril

    muy bueno !!!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo12 abril

    gostei muito me ajudou no meu trabalho!

    ResponderExcluir
  4. Anônimo23 maio

    Mucho bueno este trabajo, grácias. Adiós!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo13 junho

    adorei esse blog, contém coisas muito interessantes e conteúdos completos. Estão de parabéns os criadores desse blog. Me ajudaram bastante no meu trabalho e na minha prova. Graças a vocês tirei nota máxima em espanhol. Sou apaixonada pela língua e estou pensando seriamente em fazer espanhol na faculdade. Mas, voltando ao assunto, obrigada mesmo. Só gostaria de fazer uma sugestão: organizar mais, fazer tabelas, trazer imagens para deixar a matéria mais dinãmica e até mesmo para o melhor entendimento. Obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo11 julho

    prova amanhã de espanhol..
    torçam por mim! :x

    ResponderExcluir
  7. Anônimo05 março

    PÉSSIMO BLOG. TOMARA QUE QUEM FEZ ISSO QUEIME NO INFERNO.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo27 março

    Amei muito bom!

    ResponderExcluir
  9. Anônimo23 abril

    queria que tivesse algo do presento do subjuntivo obrigada

    ResponderExcluir
  10. Anônimo20 maio

    Muito Bom!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo21 maio

    o blog deveria responder ao idiota que disse que o blog era pessimo. entao se é pessimo poq entrou ? se piquee daqui IMBESSSIL
    queidos donos do blog ameei a explicação me salvo de uma horrivel provA

    ResponderExcluir
  12. Anônimo21 maio

    Eu não achei o que queria, acho que vcs deveriam ser mais específicos.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  13. Anônimo21 maio

    Adorei o blog, pois encontrei justamente o que eu queria.
    Torçam por mim para a prova oral de espsnhol

    ResponderExcluir
  14. Anônimo24 junho

    Me ajudou muito pra minha prova de espanhol

    ResponderExcluir
  15. Anônimo15 agosto

    gostei. tirou minhas duvidas.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo02 outubro

    nos ajudou muitissimo e ao idiota q nao gostou,será que faria melhor???babaca !!

    ResponderExcluir
  17. Anônimo04 dezembro

    Gostei muito parabéns. Amanha vou ter prova e preciso tirar 7 para n ficar de recuperação a matéria vai ser isso, me ajudou muito, tomara q eu consiga.

    ResponderExcluir
  18. Anônimo01 janeiro

    Isto está errado: com-IESEAIS
    é COMIÉSEIS
    Carol. Espanhola nativa ;)

    ResponderExcluir
  19. Anônimo16 março

    amei, ajudou muito :)

    ResponderExcluir
  20. Anônimo04 abril

    Gostei muito das explicações e dos conteúdos fornecidos. Desde já agradeço a todos. E amanhã prova de espanhol.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo22 abril

    Muito obrigada, tenho uma prova oral amanha e vcs conseguiram me explicar todo o conteúdo!
    Ps: Bem melhor que a professora... Hahahaha

    ResponderExcluir
  22. Anônimo25 abril

    aaaah muito obrigada!! estava desesperada sem entender o conteúdo para a prova. Estava quase chorando ate q tive a ideia de pegar o pc! obrigada mesmooo!

    ResponderExcluir
  23. Anônimo27 maio

    o sante ele deveria melhorar... pois eu não achei o que eu queria

    ResponderExcluir
  24. Anônimo11 junho

    ótimo para entender os gritos de orgasmo das argentinas.

    ResponderExcluir
  25. Prova daqui a meia hora, ajudou muito a entender melhor o assunto! Valeu!

    ResponderExcluir
  26. Anônimo21 setembro

    Muito bom. Ajudou muito. Grata.

    ResponderExcluir
  27. Anônimo25 setembro

    ¡rebueno!

    ResponderExcluir
  28. Anônimo16 fevereiro

    Nossa adorei o blog estava com duvidas na hora de conjugar agora ñ estou mais adorei

    ResponderExcluir
  29. Anônimo23 março

    No entede nada !!!!

    ResponderExcluir
  30. Anônimo23 março

    NAO entende nada!! :3

    ResponderExcluir
  31. Anônimo10 novembro

    foi muito bem explicada, mesmo tendo este tempo no português é complicado entender este preterito,nos usamos no dia a dia mas não sabemos a sua real função.o blog explicou de maneira muito clara. não encontrei o preterito perfecto do subjuntivo neste blog gostaria que tivesse uma explicação dele também, bom trabalho.

    ResponderExcluir
  32. Anônimo01 dezembro

    OJALÁ , YO ENTIENDERA LOS PRETERITOS DEL SUBJUNTIVO. PERO FUE MUY BUENO, ES UN MODO TERRIBLE.

    ResponderExcluir

Subscribe Us

Publicidade

BTemplates.com

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Páginas visitadas

Blog Archive

Advertisement

Main Ad

Tags

Recent Comments

Recent Post

Guia Prático de Espanhol

Blog Archive