El verbo doler (O verbo doer)


doler

O verbo doler (doer, em português), só é conjugado na terceira pessoa do singular ou do pluralsempre antecedido pelos pronomes oblíquos átonos me, te, le, nos, os, les. Podemos, assim, afirmar que o sujeito é causa da dor e a pessoa que sofre a dor é o objeto indireto. Observe:

  • Nos duele la cabeza. (Nós temos uma dor de cabeça. /Nossa cabeça dói./Dói-nos a cabeça.)

O verbo doler, no tempo presente, sofre uma ditongação (troca a vogal "o" pelo ditongo "ue") e concorda com o complemento la cabeza (singular). A pessoa é indicada pelo complemento indirecto (objeto indireto) nos anteposto ao verbo.

  • A Pedro, le duelen los pies. (Os pés de Pedro doem.)

No exemplo acima, o verbo doler está no plural porque concorda com o complemento los pies. Além do complemento indirecto - A pedro - é sempre necessário o uso de pronome oblíquo átono le (lhe), que vai indicar a pessoa que sofre a dor. Observe que, em espanhol, podemos ter dois complementos indirectos na frase: A pedro e le.

  • (A mí,) me duele la garganta. = Tenho uma dor de garganta. /Minha garganta dói./Dói-me a garganta.
  • (A mí,) me duelen las piernas. = Tenho uma dor nas pernas./Minhas pernas doem./Doem-me as pernas.
  • A la señora, le duelen los ojos. = Os olhos da senhora doem.
  • A usted, le duele la espalda. = Você tem uma dor nas costas. / Suas costas doem.
  • Nos duelen los brazos porque levantamos muchas pesas. = Nossos braços doem porque levantamos muito peso. / Doem-nos os braços porque levantamos muito peso.
  • Os duele la frente porque os chocasteis. = Doeis a vossa testa porque a batestes./Dói-vos a testa porque a batestes.
  • A los atletas, les duelen las rodillas. = Aos atletas, doem-lhes os joelhos.
  • A ustedes, les duele el estómago porque no les sentó bien la comida. = A barriga de vocês dói porque a comida não lhes fez bem.

Podemos usar os pronomes oblíquos tônicos para enfatizar a frase:

  • A mí, me duele(n)...
  • A tí, te duele(n)...
  • A usted, a él, a ella, le duele(n)...
  • A nosotros/as, nos duele(n)...
  • A vosotros/as, os duele(n)...
  • A ustedes, a ellos, a ellas, les duele(n)...

Observe o uso desta estrutura na música de Chelo: A mí, me duele...

E se o complemento for um verbo (um infinitivo)? Neste caso, o verbo doler será sempre conjugado no singular. Observe: A mí, me duele amarte.(Dói-me amar-te.)

Ximena Sariñana, em sua canção "Te duele, Me duele", faz um uso bem interessante do verbo doler + infinitivo.

  1. Las huellas que quedaron son solo espinillas
  2. Y no tengo que crear la misma semilla
  3. No tengo por que cederte yo no quiero pedirte nada
  4. Solo pon tus labios sobre mi espalda
  5. Amarte duele, amarte duele
  6. Y el oscuro del pavimento ni lo limpio de los suelos
  7. Quita tu verruga que llevo dentro
  8. No tengo por que cederte. Yo sin ti ya no siento nada
  9. Rómpeme en cachitos bajo la almohada
  10. Amarte duele, amarte duele
  11. Te duele, me duele

Agora ouça a música:

O verbo doler, também, segue a mesma regra em todos tempos verbais:

Presente: me, te, le, nos, os, les duele(n)...
Imperfecto
: me, te, le, nos, os, les dolía(n)...
Pretérito: me, te, le, nos, os, les dolió/dolieron...
Futuro: me, te, le, nos, os, les dolerá(n)...
Condicional:
me, te, le, nos, os, les dolería(n)...

Postado na(s) categoria(s) ,. Link da postagem clique aqui.

8 Comentários para

El verbo doler (O verbo doer)

  1. Anônimo comenta:

    amadorei posta mais

Deixe um comentário

Guia Prático de Espanhol (Maurício Silva) / CC BY-NC 3.0
.
El contenido de este blog dedicado al idioma español remite a diversas fuentes. Si le apetece retirar cualquier cosa que le pertenezca no dude en hacérmelo saber.