Pimenta no olho do outro é colírio

cc

Este pobre blogueiro, sem nenhum rancor, com o coração aberto, vem hoje pedir licença para comentar um fato blogosférico irrelevante, mas de certa importância para mim.

Quando iniciei este blog, no auge da minha inocência, publiquei uma postagem sobre a origem da palavra Papai Noel em espanhol. Claro que os meus conhecimentos etimológicos da língua espanhola são escassos. Sendo assim, recorri ao site de Ricardo Soca e [na minha versão] copiei ou piratiei [na versão do autor] com os devidos créditos a explicação dele.

Depois de alguns minutos, recebi uma intimação:

El texto sobre Papá Noel fue pirateado de La Página del Idioma Español www.elcastellano.org.
Allí se establece claramente que la reproducción de los textos está prohibida y que será perseguida judicialmente.
Solicito que se retire el texto de este blog.
Ricardo Soca
ricardo@soca.com.br

Covarde, como sou, substitui o conteúdo por outro da Wikipédia. Esta como tem sido generosa comigo sempre recebe minha contribuição via PayPal.

Esta semana, não tão covarde como eu, o próprio Ricardo Soca está reclamando na imprensa o que eu não tive coragem de fazer:

Periodista uruguayo retiró de su sitio web ‘La página del español’ todo contenido relacionado con la Real Academia Española, luego de que el Grupo Planeta lo obligara a hacerlo.

Dedicado por cerca de 16 años a la difusión y enriquecimiento del idioma español desde su web elcastellano.org, el periodista Ricardo Soca se ha topado con una dura imposición de la RAE: le prohiben distribuir todo contenido de la academia que se supone es de acceso público.

Como diria minha avó, pimenta no olho do outro é refresco. Aliás, gostaria muito que alguém enviasse a expressão equivalente na língua espanhola. Colocarei os devidos créditos.

Si bien es dudoso el poder legal de Planeta o la RAE sobre un contenido publicado en territorio uruguayo, Soca prefirió sacarlo de circulación. “Lo saqué para evitar problemas y para poner en evidencia la forma en que actúan”, explicó el autor a 180.

Não estou contra à reclamação de Soca. Ao contrário, concordo com ele. A língua é de propriedade de todos os falantes. Desde que haja a referência ao trabalho que reproduzimos, acredito, até, que tal reprodução, devidamente creditada, dá notoriedade ao site de origem da publicação.

No entanto, Ricardo Soca não agiu assim comigo [Podemos até alegar que é o site da RAE, em tese, financiado pelo dinheiro público, poderia ser usado por todos, enquanto, o de Soca é privado não segue a mesma regra. Tudo bem, mas bastava somente direcionarmos os links para o endereço da RAE sem necessariamente copiar o conteúdo em nosso site.], por isso, diante de uma covarde valentia, comentei em alguns sites sobre o assunto:

El propio sitio ElCastellano.org hizo lo mismo conmigo. Publiqué una explanación de ellos sobre el origen de la palabra Santa Claus con los debidos créditos y los ‘abogados” de Soca me intimaron a retirar la entrada. Hay que tener coherencia entre hablar y actuar.

Postado na(s) categoria(s) . Link da postagem clique aqui.

Deixe um comentário

Guia Prático de Espanhol (Maurício Silva) / CC BY-NC 3.0
.
El contenido de este blog dedicado al idioma español remite a diversas fuentes. Si le apetece retirar cualquier cosa que le pertenezca no dude en hacérmelo saber.