As conjunções em espanhol

(Las conjunciones)


Bookmark and Share

As conjunções (las conjunciones) constituem uma classe de palavras invariáveis que ligam duas orações ou termos semelhantes de uma mesma oração, equiparando-os, hierarquizando-os ou denotando relação de dependência entre eles.

  • Fuego y agua (fogo e água)
  • Amor o amistad (amor ou amizade)

As palavras y e o estão ligando termos semelhantes (que exercem a mesma função na oração). Portanto, y e o são conjunções.

  • Jugué y gané. (Joguei e ganhei)
  • No sé si estoy embarazada. (Não sei se estou grávida.)

As palavras y e si estão ligando orações. Sendo assim, y e si são conjunções. Na primeira frase (Jugué y gané.), cada oração é independente, isto é, não depende uma da outra para ‘fazer sentido’. Chamamos este tipo de conjunções coordenativas (conjunciones coordinantes).  Na última frase (No sé si estoy embarazada.), uma frase determina ou completa o sentido da outra. São, portanto, dependentes entre elas. Chamamos este tipo de conjunções subordinativas (conjunciones subordinantes).

Duas ou mais palavras podem formar expressões que equivalem à conjunção. São chamadas de locuções conjuntivas (locuciones conjuntivas).  A conjunção que forma grande parte destas locuções.

  • Llegaré tarde, de modo que no tienes que prepararme nada de comer.

As conjunções coordenativas

(Las conjunciones coordinantes)

Para estudar as conjunções coordenativas (las conjunciones coordinantes) clique aqui.

As conjunções subordinativas

(Las conjunciones subordinantes)

As conjunções subordinativas (Las conjunciones subordinantes) ligam orações dependentes, isto é, subordinam uma oração à outra.  Devemos ficar atentos a elas. Mais importante do que aprendê-las é compreender o que estão expressando na frase. As relações lógicas, como a condição, a causa, a consequência, a concessão, a comparação e a finalidade são o que vão definir a que categoria pertence determinada conjunção. A palavra si, por exemplo, pode ser tanto completivas quanto condicional de acordo com o contexto em que se apresenta.
As conjunções subordinativas podem ser:

  • Completivas (em português equivale às integrantes): que, si.

São usadas nas orações subordinadas substantivas e não indicam circunstâncias como as outras conjunções. Sendo assim, iniciam uma oração que vai completar o sentido da outra.  Las conjunciones completivas são muito poucas.

  • La OMS confirma que la bacteria E. coli se transmite de persona a persona (A OMS confirma que a bactéria E. coli é transmitida de pessoa a pessoa.).
  • Nadie sabe si habrá otro terremoto (Ninguém sabe se haverá outro terremoto.).
  • Condicionales (em português equivale às condicionais): si, como + subjuntivo.

Iniciam oração que indica condição ou hipótese.

  • “Si llueve no se puede jugar” (Se chover, não se pode jogar).
  • Como no me hagas caso, lo pasarás mal. (Como não liga para o que digo, vai se dar mal.)

Locuciones conjuntivas: siempre que (contanto que, desde que), salvo si, a no ser que, a menos que, dado que, a condición de que, con tal de que, etc.

  • Causales (em português equivale às causais): porque, pues, como + indicativo.

Iniciam oração que indica circunstância de causa.

  • Sonrío porque soy feliz (Rio porque sou feliz.).
  • Como no estabas, me fuí (Como não estavas, fui embora.).

Locuciones conjuntivas: ya que (já que), visto que, una vez que, puesto que (porque).

  • Concesivas (em português equivale às concessivas): aunque (mesmo que, ainda que), aunque + subjuntivo (ainda que), aunque + infinitivo (apesar de).

Iniciam uma oração que indica contradição a outro fato.

  • Aunque ya no hay alerta, los clientes han dejado de comprar pepinos. (Mesmo que já não há alerta, os clientes deixaram de comprar pepinos.).

 Locuciones conjuntivas: a pesar de que, aun cuando (mesmo que, ainda que), si bien (se bem que), etc.

  • Ilativas (em português equivale às conclusivas): luego (logo), conque (portanto), así.

Estabelecem uma relação de conclusão, consequência.

  • Pienso, luego existo  (Penso, logo existo).
  • No sabes nada de ese asunto, conque cállate (Não sabes nada desse assunto, portanto cála-te).

Locuciones conjuntivas: por consiguiente, por tanto, de suerte que.

  • Temporales (em português equivale às temporais): cuando, enseguida, luego que (logo que), ni bien (assim que), mientras (enquanto).

 Iniciam uma oração que indica circunstância de tempo.

  • Te lo enviaremos ni bien lo pidas. (Enviaremos para você assim que pedir.)
  • Un trabajador falleció luego que un árbol le cayera encima.(Um trabalhador faleceu após uma árvore cair em cima dele.)
  • Consecutivas (em português equivale às consecutivas): que (precedido de tal, tan, tanto).

Iniciam uma oração que indica uma consequência do fato dito na oração anterior.

  • Hace tanto calor que las ranas van con cantimploras. (Quase literalmente: Faz tanto calor que as rãs estão andando com garrafinhas de água; Sentido figurado: Faz um calor dos diabos.)
  • Comparativas (em português equivale às comparativas): como (precedido de tanto), que (posposto a más, menos, mayor, menor, mejor, peor).

Inicia uma oração que é o segundo elemento da de uma comparação.

  • "Tengo más fuerzas y más ganas que nunca" (Tenho mais força e mais vontade do que nunca.)
  • ‎«Algunos tractores tienen casi tantos años como sus dueños» (Alguns tratores têm quase tantos anos quanto seus donos.)
  • Exceptivas: salvo, excepto (junto com que, si ou outra conjunção), menos que.

Indicam restrição de uma oração em relação à outra.

  • Se lo consiento todo, excepto que fume. (Consinto tudo, menos que fume.)

As conjunções subordinativas são difíceis de serem classificadas. Não havendo um consenso dos gramáticos, qualquer classificação está sujeita a debates. Fizemos esta classificação baseada na Nueva gramática de la lengua española. Mesmo assim, os dois últimos grupos também podem ser consideradas coordenativas (coordinantes).

Outros gramáticos, ainda acrescentam as seguintes categorias:

DE LUGAR: donde (No hay tranquilidad donde vive.)
MODALES: como, según (Lo dijo como lo sentía.)
FINALES: que, para que, a fin de que (Vuélvete, que te veamos. / Se calló para que se hiciera silencio. / Para que lo sepas, no ha llegado.)

Alguns gramáticos ainda adicionam outra categoria de conjunções coordenativas: as explicativas: o sea (ou seja), es decir (isto é) e mejor dicho (em outras palavras). A Nueva gramática de la lengua española, no entanto, classificou estas palavras como conectores explicativos.

Postado na(s) categoria(s) . Link da postagem clique aqui.

5 Comentários para

As conjunções em espanhol

(Las conjunciones)

  1. na2tan_ comenta:

    muito bom. eu tirie 10 na prova!!

  2. Anônimo comenta:

    Ajudou pakinhas

  3. Anônimo comenta:

    ajudo mais ou menos

  4. Anônimo comenta:

    Não tem alguns conectores. Como por exemplo: sino, incluso, en... Entre outros!

Deixe um comentário

Guia Prático de Espanhol (Maurício Silva) / CC BY-NC 3.0
.
El contenido de este blog dedicado al idioma español remite a diversas fuentes. Si le apetece retirar cualquier cosa que le pertenezca no dude en hacérmelo saber.