Cinema latinoamericano rumo ao Oscar

O cinema latinoamericano tem produzido excelentes filmes ultimamente. Até tem havido maior distribuição dentro da América Latina. Isso mesmo, era mais fácil um europeu assistir um filme produzido na Argentina que um brasileiro.

Este ano assisti a excelente comédia "Um Namorado para minha Mulher" em circuito nacional. Outro filme que também vi foi "Leonera" - uma versão latina e feminina de Carandiru.

Em DVD, você pode encontrar alguns títulos interessantes. Creio que no Brasil comprei quase todos os filmes que busquei.

Para corroborar a boa fase do cinema latinoamericano, o filme "El Secreto de tus Ojos" (literalmente, "O Segredo de Seus Olhos")- um filme de Juan José Campanella - foi indicada ao Oscar. Além desta obra, "La Teta Asustada" (A Teta Assustada - mito andino de que as mulheres estupradas durante a violência política no Peru traumatizavam seus filhos ao dar-lhes o seio para mamar), produção peruana, também está concorrendo a estatueta.

Outro filme que gerou notoriedade no cinema latinoamericano, foi o uruguaio "Gigante".

Um filme que não é latino, e sim, espanhol, mas que foi muito esperado foi "Los Abrazos Rotos" (Abraços Partidos) de Almodóvar. Assisti todos os outros filmes dele e não me decepcionei. Igualmente ao penúltimo trabalho dele "Volver", este, também, é estrelado por Penelope Cruz. Excelente atriz que também vai concorrer ao Oscar pelo trabalho "Nine"

Notas

Comparando os filmes de países que falam espanhol na América Latina com os produzidos aqui no Brasil, há algumas semelhanças.

  • Geralmente são dramas que retratam o cotidiano do povo latino ou de um indivíduo. Com grande tendência para os temas históricos. Isso me fascina, pois remonta a Grécia quando as peças teatrais relatavam façanhas históricas. De uma forma geral, mudam-se os meios mas permanece a essencial: a arte é verossímil e serve para transmitir e resgatar valores mesmo que de forma implicita.
  • O nu artístico é quase obrigatório nos filmes latinoamericanos. Atualmente, algumas obras cinematográficas têm sido exceção à regra, mas, na grande maioria, o nu é tão artístico que impossibilita o uso como material educativo.
  • A aposta em "caras conhecidas" é frequente. Aqui no Brasil para o filme ter uma credencial de sucesso é necessário que os atores sejam "globais", ou seja, atores da Rede Globo de Televisão. Um exemplo são os filmes de Juan Jose Campanella. Sempre são os mesmos atores - Ricardo Darín, Soledad Villamil e Eduardo Blanco. O mesmo acontece com o cinema colombiano.

    Sobre o filme "El Secreto de tus Ojos"

Já havia assistido a alguns filmes produzidos por Campanella: "A Filho da Noiva" e "O Mesmo Amor, a Mesma Chuva". Tentei assisti a "Luna de Avellaneda" mas não consegui por falta de tempo. São filmes comerciais, ou seja, a primeira preocupação é lotar os cinemas e, com isso, corre-se o risco de afetar na qualidade do conteúdo. Contudo, isso não ocorre. O filme "El Secreto de tus Ojos" é emocionante e inteligente. Ainda hoje fico pensando na nota que a personagem de Ricardo Darín escreve no início "TE-MO" e o desfecho que trará no final. Não assisti aos outros concorrentes ao Oscar, mas votaria neste sem dúvida nenhuma.

Postado na(s) categoria(s) . Link da postagem clique aqui.

Deixe um comentário

Guia Prático de Espanhol (Maurício Silva) / CC BY-NC 3.0
.
El contenido de este blog dedicado al idioma español remite a diversas fuentes. Si le apetece retirar cualquier cosa que le pertenezca no dude en hacérmelo saber.